quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

"CELSO SIM"

A foto é de minha autoria (Sesc-Paulista -2008)


Já dei dicas aqui de gente nova que tá compondo e cantando à beça (tipo: Fabiana Cozza, Lulina, e até a Mallu Magalhães eu já recomendei antes dela se tornar celebridade); mas, de Celso Sim, de quem venho falar agora já fez discos belíssimos, já acompanhou muita gente boa (Jorge Mautner, José Miguel Wisnik, Tom Zé, Jards Macalé, Suzana Salles) e é um dos compositores das trilhas do grupo UzynaUzona, de Zé Celso. Eu o vi pela primeira vez quando fui participar do MATÉRIA PRIMA, programa que o Serginho Groisman fazia na TV Cultura (putz! acho que foi em 1991 ou 92) – Sim cantava lindamente “Pedra Bruta”, música de Mautner.

Então. Celso Sim disponibilizou alguns vídeos gravados em lugares conhecidos de Sampa; como na velha Estação da Luz, no Teatro Oficina, e num apartamento em frente às ruínas do Teatro de Cultura Artística da praça Roosevelt, que se incendiou em agosto de 2008.

As músicas têm belos arranjos de Webester Santos:

Clique aqui pra ver Sim cantando "Negro Amor" (de Bob Dylan – versão de Caetano Veloso e Péricles Cavalcante).

Aqui pra ver "Pra Que Chorar" (versão de Arthur Netroviski para “Ich Grolle Nicht” de Schumann)

E aqui pra ver "Violeta" (de Cacá Machado e Guilherme Wisnik)

4 comentários:

Laís disse...

Zezinho, eu amo essa versão do Dylan. Esse Celso Sim é mesmo muito talentoso. Você sabe o se ele tem site, myspace?

Bjs.

marcos sotter disse...

Zeca, também gostei do que vi. Que voz bonita. Muito bom.

Rogério disse...

Lindo, Zé... o triste foi ver como ficou o Cultura Artística.

ZECA disse...

Lais, seguem os endereços de Sim:

http://www.myspace.com/celsosim

www.celsosim.com.br