terça-feira, 12 de abril de 2011

Má Companhia


Amigos: estou curioso pra ver no que vai dar o selo “Má Companhia”, nova cria da Companhia das Letras que nasce com o topete de (re)lançar somente escritores malditos. “Um lar para escritores polêmicos, banidos pela igreja, condenados à fogueira e esquecidos nestes tempos de politicamente corretos”. Começaram bem: em edição dupla, de bolso, lançam neste mês os clássicos de Reinaldo Moraes, “Tanto Faz - 1981” e “Abacaxi -1985” pela bagatela de 25 realitos (fora de catálogo desde os anos 80 – já confessei aqui que “Tanto Faz” e “Feliz Ano Velho”, de Marcelo R. Paiva, foram responsáveis por eu me voltar à literatura brasileira). Outro lançamento é “O Invasor” de Marçal Aquino, apesar de não ser tão “maldito” assim (eu tenho uma edição de 2005, fácil de encontrar nas prateleiras).

Dia 13, quarta-feira, tem bate-papo de lançamento do selo com os autores Reinaldo Moraes e Marçal Aquino na Livraria da Vila da Rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena. A mediação é de Joca Reiners Terron e vai rolar a partir das 19h30 (depois, todos à Mercearia São Pedro, que pra quem não sabe fica na Rua Rodésia, 34, também na Vila Madá). Agora é esperar pelas novas edições.

Um comentário:

Wagner disse...

Li recentemente O INVASOR, de Marçal Aquino. Tinha grande expectativa, já que tinha achado fantástico o filme homônimo. Grande decepção! Livro fraco, personagens pouco desenvolvidos, história banal. Enfim, preciso ler outro livro do autor para confirmar, mas minha primeira impressão não foi nada positiva.