segunda-feira, 21 de julho de 2008

7 Rapidinhas

1º. E hoje começa a oficina de Haicai da poeta ALICE RUIZ, às 19h30, no Centro Cultural Barco, que fica na rua Virgílio de Carvalho Pinto, 422 – o curso custa 300 pilas (pra quem não conhece: Alice é ex-esposa de Paulo Leminski.); mais informações clique http://www.obarco.com.br/cursos/literatura/ferias-hai-kai/view

2º. No SESC da 24 de Maio rola hoje, às 17h, o show da histórica banda de rock TUTTI FRUTTI, que acompanhou a tia Rita Lee em seus primeiros discos solos pós Mutantes. É DIGRÁTIS - Rua rua Dom José de Barros, 178 [esquina com a Rua 24 de Maio]

3º. Os escritores Fabrício Carpinejar e Luiz Ruffato se encontram no SESC Pinheiros e analisam DOM CASMURRO de Machado de Assis, nesta quinta, dia 24, às 20h. E na mesma programação rola show com os cantores Mona Gadelha e Fernando Chuí
Local: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros.

4º. Quinta e sexta, agora, são os últimos dias pra ver a excelente peça O NATIMORTO no Teatro da Aliança Francesa. O texto de Lourenço Mutarelli (autor de o Cheiro do Ralo) que foi dirigido e adaptado por Mário Bortolotto. Local: rua General Jardim, 182 – Vila Buarque. Entrada: 20 paus.

5º. Com texto de Domingos de Oliveira, Fernanda D’Umbra dirige CONFISSÕES DAS MULHERES DE 30. Com as belas e talentosíssimas Juliana Araripe, Camila Raffanti e Milissa Vettore. A peça está no Teatro da Folha que fica no Shopping Pátio Higienópolis, av. Higienópolis, 618. Entrada: 30 mangos.

6º. E, as sextas, sábados e domingos, às 21h30, os PARLAPATÕES apresentam VACA DE NARIZ SUTIL – o excelente texto de Campos de Carvalho foi adaptado por Hugo Passolo. Local: Espaço Parlapatões – Praça Franklin Roosevelt, 158 (promoção: sexta-feira todo mundo paga 10 pilas).

7º. Essa não dá pra perder. Nesta quinta, dia 24, às 19h30, tem FABIANA COZZA se apresentando com os cubanos Julio Padrón e Yaniel Matos – com a participação especial de DONA IVONE LARA. Vai ser rapidinho – é pockt-show no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Só que tem que chegar mais cedo porque é digrátis e são apenas 166 lugares.

3 comentários:

Rodrigo Torres disse...

Na Virada Cultural de 2007 tomei muita cerveja ouvindo a banda Tutti-Frutti na madruga. Zé, o curso de Haicai tá caro pra car...

marisa disse...

Zezinho, quem nunca viu Dona Ivone Lara não deve deixar pra depois. A mulher está com a idade avança e aqui no Rio, quando tem show dela, lota.

Zeca disse...

Má, eu já assisti a d. Ivone. Duas vezes: uma no antigo e saudoso Perdidos na NOite do Faustão e outra no Sesc Pompéia.
Rodrigão, a virada de 2007 foi inesquecível pra mim. Também tomei um porre de cerveja só que foi no domingo, no bolevar São João, ao som de Premê, Língua, Moarais Moreira entre outros.