terça-feira, 13 de maio de 2008

Por que, raios, mais um blog, Zeca?

Digo que a culpa por esta minha estréia na blogosfera é dos amigos. Há algum tempo tenho recheado as caixas de mensagem dos queridamigos com as Dicas do Zeca – quase sempre são realmente dicas culturais interessantes; às vezes não resisto e comento sobre assuntos que penso entender – viajar (na maionese) é preciso, né?!

Posso prever que alguns amigos blogueiros me cobrarão coerência. Pô, Zeca! Não é você que pedia pelamor-de-deus pra não enviarem novos endereços de blog, cara-pálida? É vero... Por mais que seleciono os blogs realmente interessantes sempre aparece outro muito bom, e isso faz com que eu me torne escravo da blogosfera – dedicando muito tempo a comentários ou em visitas obrigatórias nalgum blog bom da porra.

Bueno. Mas são os queridamigos que me cobram um blog, e tão somente por eles é que estréio agora no blogspot. Não tenho muito a dizer e nenhuma pretensão de levantar bandeiras – reflexões profundas, tô fora! Quero me divertir, busco sempre me divertir - se isso aqui ficar chato caio fora.
Moro em local privilegiado, perto de tudo, por isso, vocês terão aqui dicas de teatro, shows, livros, discos, conferências, viagens etecétera e tal. E vai alguém me dizer que não é legal compartilhar com os amigos esses eventos que rolam em Sampa!!

6 comentários:

disse...

Meu queridíssimo amigo Zezim, muito bom ver que você garimpa para nós, ratos de centros culturais e afins, dicas culturais que ocorrem nessa Megacity vulgo Sampa, fico feliz em ver que sua preocupação com a cultura está além de apenas palavras.
Espero ver-te em algum evento.
beijosss

rogerio disse...

Rogério Mesoperiférico disse:

CaroZeca,
Confiamos em seu olhar crítico e em seu gosto adstringente para nos dedicar boas dicas em São Paulo e nos demais rincões, arroios e cantões desse país (ainda) surreal chamado Brezil. Exite, hoje, uma crueldade autofágica nos eventos culturais dessa cidade. Na verdade, a disputa por espaços, públios e mídias são mais importantes do que os grande artistas. Ainda, ontem, lia Humberto Ecco, aposentado aos 76 anos da Universidade de Bolonha, falando sobre o excesso de informação e a falta de tempo para pensarmos sobre o que acontece no mundo.
Queria dar um palpite. Não esqueça da periferia. Embora tu és fruto e caule dela, a resistência da cultura periférica ainda é importante para mostrar o outro lado da cidade: sem mídia, sem posses, sem arrogãncia e sem-vergonha!...

Abraços e boa sorte!

Rogério

Luciana disse...

Oi, Zézim!
Meus parabéns pelo seu blog, está fofo!! rsrs Podia era botar uma foto mais de close, assim, com seu belo perfil, porque de longe não vai dar procê ficar famoso!
Eu prometo! volta e meia dar uma passadinha, conferir seus palpites e dar chissà os meus pitacos.
Já aproveito a deixa e largo um:
Está rolando um ciclo de filmes do Truffaut em 35mm, todas as 3as. feiras, degrátis, até o final do mês, essa a pior parte, lá no Sesc Santana - mas num super teatro, acústica bacana, enfim. Disseram que é a última vez que os rolos poderão sair da Cinemateca.
Beijuns,
Dadiquinha

sol disse...

Valeu Zezim!
Mesmo quase não saindo da toca é bom contar com boas dicas para alimentar, ao menos, a imaginação.
Beijocas

janaína disse...

Ô amigão, eu adorei. Vou consultar sempre o seu brog,a vejinha e o guia da folha hahahahahaha
brincadeirinha!
É mais um ponto de encontro virtual pra virar uma cana solta e uma comidinha boa na casa de algum amigo depois do evento.
Aliás, as melhores festas do ano, pros del ben, são as juninas. Ano passado fizemos um tour pelos sesc da vida!
Parabéns pela iniciativa, adorei!
Beijos procê e pra Crisim,
Jana

Anônimo disse...

Por que nao:)